Preparação para dirigir em condições meteorológicas molhadas

Antes de sair, verifique a condição de seu veículo e pneus:

  • Os pneus podem ser um recurso de segurança subestimado em seu veículo. Eles devem ter a suficiente profundidade na banda de rodagem para evacuar a água entre a superfície da estrada e do pneu. Se seus pneus atuais são desgastados em qualquer lugar perto das barras de desgaste (3/32 ou 4/32 milímetros de uma polegada), é hora de pensar sobre a substituição de seus pneus.
  • Quando a pressão do pneu é demasiado baixa, assim como demasiado elevada, pode causar uma diminuição na tração, desgaste prematuro da banda de rodagem ou falhas do pneu. Você deve verificar a pressão do seu pneu periodicamente (pelo menos uma vez por mês), para certificar-se que estão inflados corretamente.
  • A visibilidade externa é decisiva para a condução segura. Você deve igualmente ter seus limpadores de para-brisa verificados para determinar se têm sinais do envelhecimento e do desgaste. Se deixarem marcas no para-brisas, é hora de mudá-las.
  • É claro, ser visto é tão importante quanto você vê. Ligue todas as luzes em seu veículo para se certificar de que eles estão funcionando bem. Em climas úmidos, Use o sistema de faróis completo e não apenas as luzes de funcionamento diurno. Quando somente as luzes do dia forem usadas, as lanternas traseiras não ativarão e, em solos molhados, o rocio na estrada que respinga pode esconder o seu veículo de vista, aumentando as possibilidades de ser atingido por trás. Além disso, o sistema de farol dianteiro vai fazer você mais visível para o tráfego se aproximando em estradas molhadas.

 

Fonte: Goodyear.

 

Comprando pneus novos: Qual é a hora certa?

Para uma experiência de condução mais agradável é importante substituir os pneus desgastados. A tração ideal ajuda na condução mais adequada para um passeio tranquilo e confiável.

Você deve inspecionar seus pneus regularmente, pelo menos uma vez por mês. Verifique abaixo para ver se seus pneus precisam ser substituídos:

  • Desgaste da banda de rodagem: a maioria dos pneus possui barras de desgaste da banda de rodagem – bandas de borrachas endurecidas que você só pode ver quando sua profundidade ultrapassou o limite de condução segura, geralmente de 1,6 mm.
  • Padrões de desgaste irregulares: você também deve verificar se suas bandas de rodagem apresentam padrões de desgaste irregulares que podem indicar outros problemas em seus pneus ou em seu veículo.
  • Há uma escamação ou uma bolha no costado (lateral) de um pneu. Estes podem levar à falha do pneu e podem ser perigosos.
  • Um pneu ficou vazio devido a uma explosão.
  • Um pneu apresenta lacerações ou outros danos significativos
  • Rupturas na banda de rodagem ou costado maiores que 0,64 cm. Você não pode reparar qualquer ruptura maior do que isso e nunca deve reparar os pneus desgastados abaixo de 1,6 mm.

 

Fonte: Goodyear.

 

Fique atento ao desvio lateral

Saiba o que é, quais seus perigos e como consertar seu carro

Desvio lateral (ou deriva) é quando um veículo não consegue seguir uma trajetória reta, em uma estrada ou em uma via plana e em bom estado.

O desvio lateral ocasiona uma redução da segurança e do conforto na condução, já que o motorista tem que compensar o desvio com o volante.O fenômeno de desvio lateral pode manifestar-se de diversas formas:

  • em velocidade estabilizada (o caso mais comum);
  • na frenagem;
  • na aceleração.

Fatores que causam o desvio lateral

desvio

Como diagnosticar o desvio lateral?

É imperativo obter o máximo de informações para determinar um ou diversos motivos do desvio, a fim de orientar eficazmente os reparos:

  • Informar sobre as últimas ocorrências ou manutenções no veículo: acidentes, substituição de pneus, troca de peças principalmente na suspensão.
  • Verificar os pneus por eixo: pressão, tipo, nível de desgaste, sentido de montagem.
  • Testar o veículo para constatar o tipo de desvio: segure levemente o volante em uma reta, a uma velocidade estabilizada de 100 km/h (procurar local com esta velocidade permitido por lei). Também pode-se verificar o comportamento do veículo com testes de frenagem e aceleração, segurando levemente o volante.

Como arrumar o desvio lateral?

Caso seu veículo esteja com desvio lateral, basta levá-lo para um profissional verificar qual é a incidência principal. Em casos gerais, o desvio lateral é consertado com o alinhamento e o balanceamento correto do seu carro.

 

Fonte: Michelin.

 

Dica Michelin: Ao substituir dois pneus, devo montá-los atrás ou na frente?

Em caso de substituição de apenas dois pneus, seja em um veículo de tração dianteira ou traseira, a Michelin recomenda que a montagem dos pneus novos ou em melhor estado seja sobre o eixo traseiro, para melhor controle do veículo e maior segurança.

Este procedimento é fundamental para conseguir a máxima estabilidade em situações difíceis (frenagens repentinas ou curvas fechadas), sobretudo em solos escorregadios.

Para que esta técnica seja realmente eficaz, a Michelin aconselha verificar a pressão e o balanceamento dos pneus trocados de eixo, pois existem pneus cuja pressão é diferente entre os eixos dianteiro e traseiro.

 

Fonte: Michelin.