Não abandone o estepe

Em muitos casos, o estepe é um mero objeto abandonado no porta-malas. Mas ele requer cuidados para não causar dores de cabeça quando você precisar dele. O mais importante éa calibragem. Confira algumas dicas abaixo.

 

Dica número 1.

Fazer a calibragem periódica do estepe é fundamental, pois ele costuma perder pressão pela falta de uso. O ideal é colocar sempre 3 libras a mais do que nos pneus que estão em uso no automóvel.

 

Dica número 2.

Para que o desempenho do veículo não sofra qualquer alteração, é indicado que o pneu sobressalente seja simétrico, ou seja, tenha o mesmo desenho na banda de rodagem de ambos os lados.

 

Dica número 3.

De acordo com os mecânicos, o correto é não utilizar o estepe no rodízio de pneus. A prática pode comprometer o desempenho do carro, uma vez que o par utilizado em cada eixo deve estar com o mesmo nível de desgaste. A troca só deve ser feita quando o outro pneu também for novo, de mesmo tamanho e desenho na banda de rodagem.

 

 Dica número 4.

Além de manter o estepe sempre calibrado com 3 libras acima do convencional, é importante realizar o balanceamento para que o carro não fique “puxando” para nenhum dos lados.

 

 Dica número 5.

Tão importante quanto à manutenção adequada do estepe é o estado de conservação do macaco e do triângulo. A falta destes equipamentos gera multa e pontos na carteira de habilitação.

 

Fonte: Revista Carro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s