10 coisas que você precisa saber sobre pneus

1- Pneus runflat são dotados de uma tecnologia que, mesmo que totalmente esvaziados, podem rodar até 80 quilômetros e a uma velocidade máxima de até 80 km/h.

2 – A velocidade do carro é calculada com base no número de giros do pneu. Por isso, se você alterar em mais de 3% o diâmetro externo do pneu, ocorrerá erro na marcação do velocímetro.

3 – Segundo a resolução 292 do Contran, é proibido utilizar um conjunto de rodas e pneus que ultrapasse os limites externos dos para-lamas do veículo, assim como aumentar ou diminuir o diâmetro externo do conjunto pneu/roda.

4 – Não está especificado no Código de Trânsito Brasileiro qual a punição para quem rodar com os pneus carecas. Contudo, essa situação se enquadra no artigo 230 que considera infração grave conduzir o veículo “em mau estado de conservação, comprometendo a segurança”, sujeita a multa de R$ 127,68 e cinco pontos na CNH, além de retenção do veículo para regularização.

5 – Nunca rode com um pneu furado, pois isso pode tornar inviável o seu reparo. Além disso, só podem ser reparados danos na faixa de rodagem e com furo de até 6,5 mm. Se houver danos na lateral do pneu, ele deverá ser trocado.

6 – Não existe uma medida exata sobre a vida útil de um pneu, mas especialistas estimam entre 30 mil e 70 mil quilômetros. Entretanto, isso depende do uso do veículo.

7 – Nunca substitua somente um pneu. O correto é trocar ao menos os dois pneus do mesmo eixo. Nesse caso, as fabricantes recomendam sempre colocar os dois pneus novos no eixo traseiro, independente do tipo de tração, para não comprometer a estabilidade e a segurança em solos escorregadios.

8 – Rodar com os pneus com a pressão errada causa o desgaste irregular da borracha. Pneus cheios demais desgastam prematuramente a parte central e ficam mais suscetíveis a impactos, enquanto pneus murchos desgastam primeiro as bordas e o ombro (a lateral que não faz parte da faixa de rodagem), além de aumentar o consumo de combustível.

9 – Pneu remold e recauchutado não são a mesma coisa. Os remold tiveram toda a sua estrutura raspada, de talão a talão. Já os recauchutados têm apenas a banda de rodagem raspada para refazer os sulcos.

10 – Frear ou arrancar bruscamente, fazer curvas em alta velocidade, rodar muito tempo em alta velocidade, subir ou descer desníveis como guias ou raspar o pneu no meio-fio são atitudes que reduzem a vida útil do pneu.

Fonte: IG.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s